Buscar
  • Rui Anjos

Irmãos Rodrigues vencem Além Mar Rali e reassumem liderança do campeonato


Rúben e Estevão RODRIGUES (Citroen C3 Rally2, AutoAçoreana Racing) vencedores do Além Mar Rali. Fotografia de Pedro Carreiro e Silva.

Bastou apenas a vitória numa prova especial da terceira secção do Além Mar Rali para que, no final da prova especial Lagoa 500 Anos 2, que foi igualmente palco da powerstage, Rúben e Estevão Rodrigues (Citroen C3 Rally2) festejassem, com a AutoAçoreana Racing, uma importante vitória em mais uma, a terceira de sete etapas que compõem o Campeonato dos Açores de Ralis, reassumindo assim a liderança da competição.


Mas a verdadeira estrela da tarde foi a dupla que conclui a prova na segunda posição da classificação geral. Pedro e João Câmara (Citroen C3 Rally2) obtiveram a melhor prestação e o melhor resultado enquanto representantes da Play Racing, vencendo três das quatro provas especiais da derradeira secção do rali, conseguindo ainda a tão desejada vitória na powerstage, o que, aos pontos da classificação geral, somaram ainda três importantes pontos para o campeonato.


Os vice-campeões absolutos açorianos de ralis em título, Luís Miguel Rego e Jorge Henriques (Skoda Fabia Rally2 Evo, Team Além Mar) não tiveram a sorte pelo seu lado. Se a primeira secção foi concluída com um pneu descolado que os fez perder 10 importantes segundos, as duas secções de hoje não correram de feição a Luís Rego Jr., conforme é conhecido, pois a meteorologia e o fato de ir a “abrir” a estrada foram penalizadores quanto bastasse. Ainda assim, Luís Rego nunca baixou os braços e lutou até final, concluindo na terceira posição geral.


Quartos classificados neste rali, Bruno Amaral e Sancho Eiró (Ford Fiesta R5, Team Além Mar) foram iguais a si próprios e, sem a pressão de resultados, concluíram o rali no lugar imediatamente a seguir aos do pódio, somando mais 3:23,9, sendo os melhores dos “outros”.


Gilberto Ferreira e Manuel Lemos (Ford Escort RS Cosworth), sem argumentos para discutir andamentos para os homens da frente, fruto da antiguidade do seu carro, fizeram o que lhes competia, especialmente num rali em pisos de terra onde a tração integral do Escort Cosworth é um importante aliado, concluindo o rali no quinto posto final.


De regresso aos ralis, ainda que e até ao momento, de forma esporádica, passados 11 anos desde a sua última participação, Sérgio Silva reeditou a dupla com Ricardo Melo e ao volante de um Renault Clio RS R3T, conseguiram concluir o rali no sexto posto final sendo igualmente os melhores concorrentes em viaturas duas rodas motrizes. Não fosse o fato de não estarem inscritos no Campeonato, a dupla Silva/Melo tinha feito uma excelente colheita de pontos mostrando e demonstrando que, quando se sabe, não se esquece.



João FARIA e Carlos MELO (Peugeot 206 RC) vencedores da competição reservada às 2RM para o campeonato. Fotografia de Pedro Carreiro e Silva

Por isso, foram João Faria e Carlos Melo (Peugeot 206 RC) a concluir o rali com a pontuação maior na competição reservada aos carros de tração parcial, com o piloto da vila de Rabo de Peixe a deixar para trás e em definitivo, o azar que lhe bateu à porta nas duas anteriores provas que lhe impediram de somar pontos para o campeonato.


Os terceirenses Ricardo Silva e Nélson Dinis (Citroen Saxo Cup) concluíram a prova no oitavo lugar da classificação geral e subiram ao lugar intermédio do pódio nas duas rodas motrizes do respetivo campeonato, concluindo assim e com sucesso a fase de terra do Campeonato.


Na nona posição da classificação geral, terminou Rui Torres/Marco Martins (Ford Escort RS MKII), com a dupla do “magnífico” Escort azul a subir a essa posição mesmo na última prova especial e conseguindo também “roubar” o lugar mais baixo do pódio nas duas rodas motrizes a Filipe Marques.


Por sua vez, Filipe Marques e Edgar Silva (Citroen Saxo Cup) desciam na classificação mesmo na última prova especial do rali, devido a penalização atribuída, saldando ainda a sua participação com a conclusão de mais prova da edição de 2022 do Campeonato dos Açores de Ralis.


David Paiva e Emanuel Cabral (Peugeot 306) concluíram o rali no décimo primeiro posto final, não estando inscritos no campeonato.


José e Ivone Rodrigues (Toyota Yaris 1.3) terminaram o Além Mar Rali no décimo segundo lugar da classificação geral, sendo os vencedores da contenda entre Yaris que habitualmente travam com Hélder Pimentel/Filipe Tavares, que neste rali, abandonaram.


Francisco Costa/Luís Faria (Peugeot 206 RC) voltaram a marcar presença em mais uma prova em pisos de terra, concluindo este Além Mar Rali no décimo terceiro posto.


Mário Jorge e sua filha, Camila Jorge, voltaram a viajar do Pico, donde são naturais, com o seu Hyundai Getz 1.5D para participar e concluir mais uma prova do Campeonato dos Açores de Ralis, alcançando a décima quarta posição final.


Os lagoenses Rúben Borges e Rúben Silva (Skoda Fabia RS TDI) concluíram o rali no décimo quinto e último posto da classificação final.


Concluíram ainda a prova Paul Barbosa e Dimas Barbosa (Peugeot 205) sendo que, no sítio da internet de processamento da cronometragem, os mesmos são dados como desistentes.

Pelo caminho, e na manhã deste domingo, ficaram dois dos protagonistas pela luta no campeonato das duas rodas motrizes, nomeadamente Hélder Miranda/Rui Teixeira (Seat Ibiza) e Rúben Santos/Nuno Pereira (Peugeot 106). À tarde, nova “baixa” na luta pelas duas rodas motrizes, desta feita com o abandono de Bruno Tavares/André Seabra (Citroen C2 R2 Max). Também abandonou, logo ao início da manhã Hélder Pimentel e Filipe Tavares (Toyota Yaris 1.3).


A próxima prova do Campeonato dos Açores de Ralis é o XXII Além Mar Rali Tac, que se disputa na ilha Terceira, entre 8 e 9 de julho, sob organização do Terceira Automóvel Clube, sendo essa a primeira de quatro provas disputadas em pisos de asfalto.


A classificção final do Além Mar Rali 2022 pode ser encontrada nesta ligação.



142 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo