top of page
Buscar
  • Foto do escritorAdministrador

Rúben Rodrigues foi o mais forte no Além Mar Rali TAC


Vitória absoluta para Rúben Rodrigues e António Costa na estreia do Skoda Fabia RS Rally2 em pisos de asfalto nos Açores (Foto: Álvaro Miranda)

Está dado o ponto final no XXVI Além Mar Rali TAC, a primeira de sete provas que compõem a edição de 2024 do Campeonato dos Açores de Ralis, onde Rúben Rodrigues e António Costa percorreram os pouco mais de 75 quilómetros cronometrados em menos tempo face à concorrência, numa estreia em pisos de asfalto do Škoda Fabia RS Rally2 em pisos de asfalto de deixar ‘água na boca’. Rafael Botelho e Rui Raimundo voltam a vencer um rali juntos na competição reservada às viaturas de duas rodas motrizes, após uma ausência da dupla em provas regionais desde novembro de 2021, quando se despistaram num Škoda Fabia R5 no âmbito da sua participação no Além Mar Rali.


Rúben Rodrigues e António Costa foram os grandes vencedores da edição 26 do Além Mar Rali TAC, na estreia da dupla da Auto Açoreana Racing com o novo Škoda Fabia RS Rally2 nos Açores. Se na prova inaugural do Campeonato de Portugal de Ralis, em Fafe, Rúben e António tinham pela primeira vez feito uma prova juntos e logo com uma nova ‘montada’, foi na ilha Terceira a estreia da dupla em solo açoriano e também a primeira vez que o Škoda Fabia RS Rally2 rodou em piso de asfalto. Fizeram um rali praticamente perfeito onde agarraram a liderança logo na primeira classificativa e não mais a largaram, culminando mesmo na vitória absoluta da primeira prova do ‘regional’. Exceção feita ao primeiro troço da tarde do segundo dia de competição, a formação da Auto Açoreana Racing venceu todas as outras classificativas impondo sempre um ritmo hipnotizante e que lhes valeu 3 pontos extra por terem vencido a power stage, a somar aos amealhados pela vitória no rali.


Luís Rego e José Janela, dupla do Team Além Mar que se reencontrou na ilha Terceira aos comandos do Škoda Fabia Rally2 evo, terminaram no lugar intermédio do pódio, não conseguindo repetir o mesmo resultado obtido no último rali em que tinham alinhado juntos, curiosamente também na ilha Terceira mas em 2023. Rego e Janela foram os mais diretos oponentes dos vencedores do rali e os únicos que realmente exigiram que os mais rápidos tivessem de andar ao seu melhor nível para os vencerem. Se ao final da manhã a dupla do Team Além Mar distava da liderança da corrida em 35.1 segundos, durante o período da tarde conseguiram mostrar que apesar da viatura dos principais oponentes ser mais evoluída, a disputa deste campeonato promete ser tão intensa como os últimos. Gastaram mais 54.3 segundos do que os vencedores do rali a percorrer a prova desenhada pelo Terceira Automóvel Clube e conseguiram a 2ª melhor marca na power stage acumulando pontos extra.


Bruno Amaral e Paulo Silva levaram o Ford Fiesta R5 ao lugar mais baixo do pódio, chamando a si a mesma classificação absoluta do que na sua última passagem pela ilha Terceira aquando do 44º Rali Ilha Lilás disputado em 2023, neste que foi o primeiro e único rali que tinham realizado juntos. A formação do Team Além Mar realizou um rali dentro das suas expetativas cumprindo com o dever de serem os terceiros mais rápidos após as nove provas especiais de classificação, sendo ainda prejudicados por pequenas avarias mecânicas na sua viatura nomeadamente na PE1B e na PE3 mas felizmente sem consequências graves para o funcionamento do Ford Fiesta R5, e que permitiram Bruno e Paulo concluírem o rali com o 3º posto final demonstrando também que são uma equipa cada vez mais coesa. Conseguiram arrecadar um ponto ao registarem o terceiro menor tempo a percorrer os 8.69km da última classificativa e distaram em 3:39.1 dos vencedores do rali nas contas finais.



Regresso carimbado com vitória nas 2RM para Rafael Botelho e Rui Raimundo (Foto: Álvaro Miranda)

Rafael Botelho vence no regresso ao campeonato!

No primeiro rali da nova Team Lotus, a dupla constituída por Rafael Botelho e Rui Raimundo em Peugeot 208 Rally4, alcançou a pontuação máxima nas contas pelo Campeonato dos Açores de Ralis 2RM, numa estreia de sonho para a equipa que ainda há pouco tempo ‘nasceu’. Rafael Botelho e Rui Raimundo, que até 2021 já haviam realizado diversos ralis juntos em diferentes viaturas, voltaram a vencer numa viatura de tração dianteira, o que não acontecia desde novembro de 2018 quando ocuparam o lugar mais alto do pódio naquele Lotus Rallye. Rafael Botelho, bi-campeão dos Açores de ralis em 2016 e 2017, acompanhado pelo experiente Rui Raimundo, venceram a maioria das classificativas disputadas em solo terceirense entre as viaturas de tração não integral, deixando perspetivar que haverão lutas muito animadas entre eles e os outros tripulantes do mesmo tipo de viaturas ao longo de toda a temporada. Além da vitória nas ‘duas rodas motrizes’ foram também quartos classificados à geral.


Os campeões de ralis dos Açores em título no que à competição reservada às formações que conduzem viaturas de duas rodas motrizes diz respeito, Filipe Marques e Edgar Silva em Peugeot 208 R2 evoluíram nas classificativas do XXVI Além Mar Rali TAC com a ligeireza com que já nos habituaram e, não tivessem sido os azares que assolaram a dupla faialense, teria sido muito menor a desvantagem destes em relação aos vencedores e até poderiam ter tido outra palavra a dizer na luta pela vitória na prova. Filipe e Edgar venceram ainda um troço à dupla mais rápida e nas restantes fizeram sempre réplicas quase semelhantes. Desta forma ficaram afastados da posição mais alta do pódio por 1:53.2 e certamente já tentarão responder no próximo rali que irá ser disputado em sua casa.


O último lugar do pódio entre os concorrentes à vitória nas ‘duas rodas motrizes’ fica entregue a André Simas e Rui Ávila, eles que aos comandos do Citröen Saxo fizeram um excelente resultado tendo em conta que haviam inscritos com viaturas mais recentes e com outro nível de preparação que a deles não possui contudo, em nenhum momento viraram a cara à luta e demonstraram que o Citröen Saxo, um carro com muita história nos ralis açorianos e não só, consegue ser ainda um carro competitivo dentro desta luta entre as máquinas de tração não integral mais rápidas. Terminaram o rali distanciados dos vencedores em 2:49.5.


O Campeonato dos Açores de Ralis 2024 está de volta no final do mês de maio, mais precisamente dias 24 e 25 com o XXXV Rali Ilha Azul - Cidade Mar, a primeira prova do campeonato em pisos de terra. Até lá, vá acompanhando todas as informações sobre o campeonato nas nossas redes sociais.


A classificação completa do XXVI Além Mar Rali T.A.C. pode ser consultada em https://anubesport.com/timing/?rallyId=136

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page